Review – O mangá Soul Eater pela editora JBC

O mangá mais cool dos últimos tempo agora no Brasil pela JBC !

Depois de um logo tempo esperando, finalmente tenho em minhas mãos a primeira edição de Soul Eater, e minhas primeiras impressões sobre a edição feita pela JBC são ótimas.

Série de Atsushi Ohkubo, Soul Eater é publicado na revista Shonen Gangan da Square Enix, famosa por vários outros títulos, entre eles Fullmetal Alchemist obra máxima de Hiromu Arakawa.

No começo deste ano, a editora brasileira JBC, anunciou que iria trazer o título para o Brasil, e eu fiquei muito feliz com esta noticia que foi informada aqui no blog, quando ele ainda era um recém-nascido. E agora, depois de alguns meses, a editora finalmente lançou o primeiro volume da série Soul Eater, vamos ver como ficou ?

Comentários técnicos

Logo de cara, vemos que a JBC caprichou na capa de Soul Eater. A imagem da capa é a mesma do primeiro volume original da série, a JBC não costuma sair do padrão japonês neste quesito.

Pude notar que a qualidade da capa esta bem melhor do que de outras séries, minha impressão é de que o papel usado na capa é mais resistente, mais “grosso” se comparado a capas de outras séries como Fairy Tail,quase não dá pra perceber. (outra coisa que podemos notar é que na capa de Soul Eater não temos mais a caixa preta que tem em todos os títulos atuais da JBC).

Diferente de outros títulos da editora, Soul Eater virá com impressão em verso de capa. Não lembro de nenhum título da editora com este detalhe.

A primeira edição de Soul Eater no Brasil veio com 208 páginas no papel Brite 52g, um papel diferente do que a editora costuma usar. E pelo que parece não será apenas Soul Eater que virá com estas mudanças no papel e grossura nas páginas, outras séries como Card Captor Sakura também já vieram com estas impressões, e agora Fairy Tail e outras séries também virão, tudo isso, claro para justificar o reajuste do preço de capa dos títulos que antigamente eram 10,90 para 11,90, mas pessoal, valeu apena o reajuste.

Mas Soul Eater diferente dos outros títulos, virá com preço de capa de apenas 10,90. O motivo disso é porque a edição de Soul Eater é dimensionalmente menor que as outras série, formato 12 x 18 cm, que é mais ou menos a dimensão de um tankobon japonês.

Diferente de Card Captor Sakura, Soul Eater não virá com páginas coloridas, isso porque a série ainda não ganhou nenhuma página colorida no Japão, mas caso ganhe, claro que aqui no Brasil também ganhará.

Outra novidade que a JBC traz na edição de Soul Eater é o free talk do autor da série. Vemos isso na grande maioria dos volumes lançados pela Panini, e eu gosto bastante disso.

O tradutor de Soul Eater é Luiz Kobayashi, ele fez uma bela tradução e adaptação do mangá pro Brasil, mas eu não curti algumas das traduções dele. Como por exemplo o “Shinigami-sama” do japonês agora será “Doutor Morte” aqui no Brasil… eu não gostei nadinha disso, poderia ter usado algo como “Senhor Morte” ou “Deus da Morte”, mas o que tá feito, tá feito.

Outra adaptação que não gostei da tradução de Kobayashi-san foi o nome da acadêmia  dos artífices, no japonês é Shibusen (com bastante sonoridade não ?) no Brasil será AMAAN. A tradução foi bem fiel, isso eu não posso negar, MAS muitos fãs já estão acostumados com alguns termos da versão japonesa, como Shibusen, Shinigami-sama, entre outros.

Enfim, fora alguns poucos poréns da edição brasileira, eu amei Soul Eater, é um dos meus shonens favoritos e não por menos, a série conta a historia das aventuras de Maka é uma “artífice de foice” determinada a transformar seu parceiro, a foice  Soul Eater, na mais poderosa Death Scythe – uma arma que será usada pelo Dr. Morte, o diretor da Academia da Morte para Armas e Artífices Neófitos (AMAAN). Para conseguir seu objetivo, a garota precisa fazer com que Soul Eater devore a alma de 99 humanos e a de uma bruxa.
Mas ela não é a única que deseja isso. Também estão nessa “empreitada” o grande ninja Black☆Star e sua parceira Tsubaki; e o filho do Dr. Morte – o perfeccionista Death the Kid – e suas pistolas, as irmãs Liz e Patti Thompson.

O grande problema é justamente na hora de coletar a alma da bruxa, pois são seres poderosos e cruéis, os jovens se envolvem com inimigos poderosos e acabam no meio de um grande plano feito pela bruxa Medusa.

Vale apena comprar Soul Eater, a edição chega nas bancas brazucas no final deste mês de Julho, mas eu já tô com o meu… corre negadis e compre logo, não vão se arrepender !

Sobre Well

Um otaku louco que não suporta viver sem animes e mangás. Adora a cultura japonesa e claro uma boa música pop/rock japa :P

Publicado em 07/16/2012, em Primeira Impressão, Review, Sem pauta e marcado como , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. okumurapedro

    vo compra online ainda essa semana.

  2. matheus barauna

    paginas coloridas so no segundo volume conforme o original e tbm estarei adquirindo soul eater

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: